Respostas bíblicas a perguntas difíceis

Escrevendo já no fi nal do primeiro século, Judas, irmão do Senhor, exortou seus leitores: … senti que era necessário escrever-lhes insistindo que batalhassem pela fé uma vez por todas confi ada aos santos (Jd 1:3 – NVI). Temos um chamado para que os cristãos entrem numa batalha pela fé! Precisamos entender bem esse chamado e levá-lo a sério.

No Novo Testamento, a palavra “fé” pode ser utilizada em, ao menos, dois sentidos: um subjetivo e um objetivo. A fé subjetiva diz respeito à confiança que o indivíduo tem em Deus; a fé objetiva tem o sentido de crença ou doutrina. Na carta de Judas, no versículo em questão, a palavra “fé” é utilizada num sentido objetivo, como uma referência a doutrinas e crenças cristãs.

Segundo o texto, a fé foi entregue “de uma vez para sempre”. Judas utiliza o advérbio grego hapax. Segundo Taylor, 1 este advérbio era utilizado em recibos para contas delinitivamente liquidadas. Judas ensina, com o uso dessa palavra, que a fé foi entregue pelos apóstolos de modo definitivo. Não havia nada a ser-lhe incrementado, acrescentado ou modificado. Nenhuma outra fé será dada. Contudo, havia, na época de Judas, falsos mestres ensinando outro evangelho e “inovando” a fé (Jd 1:4). Daí a preocupação do apóstolo pela defesa da fé.

A revelação de Deus não pode ser alterada, nem por exclusão nem por acréscimo. Deve ser passada adiante com fi delidade. Nós, cristãos, um dia abraçamos essa fé. Ela é a lente por meio da qual enxergamos a vida; é a lente por meio da qual todas as demais coisas são julgadas e admitidas ou não. Por meio das lentes da fé cristã é que as demais coisas fazem sentido. O autor da carta de Judas tem certeza de que existe uma verdade, com base na qual os cristãos devem balizar a sua vida. Esse é um fato.

Essa é uma certeza importante a ser colocada, especialmente diante do pluralismo presente em “grande parte do mundo ocidental”.2 O pluralismo “é concebido como sendo uma característica própria da sociedade secular, na qual não há um padrão oficialmente aprovado de crenças ou conduta”.3 Se não há padrões de verdade, cada um pode possuir a sua. O problema é que muitos cristãos começam a acreditar que a verdade que possuem é mais uma, dentre as várias do mercado ideológico plural, e perdem a convicção e a coragem de afirmá-la como única regra de fé e prática. 

É um desafio para os cristãos, mesmo vivendo num mundo plural, reconhecer a existência da “fé uma vez para sempre entregue aos santos”. Os princípios pelos quais a vida cristã deve ser orientada são encontrados na Bíblia Sagrada. Diante desse importante desafio, apresentamos esta nova série de Lições Bíblicas: Respostas bíblicas a perguntas difíceis: estudos sobre apologética cristã. 

Nesta série, abordaremos vários dos questionamentos feitos contra a fé cristã, que visam enfraquecê-la, tais como: Existem provas de que Deus existe? A Bíblia é mesmo confiável? Jesus foi mais do que um simples homem? A fé e a ciência são inimigas? Como crer em Deus diante do mal? Qual a origem do Universo? Como conciliar soberania de Deus e livre-arbítrio? 

Além das perguntas mencionadas, reservamos um estudo para tratar sobre o valor da apologética e seu significado para os cristãos atuais e um estudo para identificar movimentos (conhecidos como seitas) que vão além da “fé de uma vez por todas entregue aos santos”. No final de cada lição, você terá um desafio apologético: receberá uma tarefa para a semana. Nossa oração é que esta série lhe dê ainda mais convicção a respeito da fé que um dia abraçou e o motive ainda mais a defendê-la! 

Bons estudos! 

Eleilton William de Souza Freitas
Diretor da Editora Promessa 

Copyright 2020 © Igreja Adventista da Promessa. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.

Ir para o topo

Share Page

Close
error: Conteúdo protegido!! O recurso de copiar, colar e imprimir não está disponível.